Menu fechado

Polícia Civil prende quatro por extorsão. Três são policiais militares.

Uma ação da Polícia Civil do Crato, com apoio do Ministério Público Estadual, da Coordenadoria de Inteligência(COIN) e Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), culminou com a prisão de quatro pessoas, por prática de crime de extorsão. Três deles tratam-se de Policiais Militares da ativa.

No dia 28 de janeiro, a vítima, que estava em companhia de uma filha e outro rapaz, foi abordada por homens, em um bairro afastado da cidade de Crato-CE, os quais, se passando por Policiais Civis de posse de um suposto mandado de prisão, exigiram a quantia de R$ 150.000,00( cento e cinquenta mil reais) da vítima, a fim de que o suposto mandado não fosse cumprido. Após negociações, a vítima se dispôs a pagar o valor de R$ 50.000,00(cinquenta mil reais) e entregar um veículo no valor de cerca de R$ 60.000,00(sessenta mil reais) e a entrega seria no dia 04 de fevereiro de 2021.

Após o ocorrido, a vítima entrou em contato com um membro do Ministério Público, que acionou a Polícia Civil, sendo iniciadas as providências, bem como parte de reconhecimento de pessoas envolvidas. No dia 04 de fevereiro do corrente ano, dia da entrega, os Policiais Civis se posicionaram de forma a realizar o flagrante.

De imediato, Antonio Sebastião da Silva foi preso em flagrante, ainda quando tentava pegar o veículo com o dinheiro exigido, estando de posse de um revólver calibre .38. Após perseguição, os outros integrantes da quadrilha conseguiram fugir, abandonando o veículo utilizado, um Chevrolet Prisma, nas proximidades do limite entre município de Crato e Juazeiro do Norte.

Após várias diligências investigativas, os outros três homens foram identificados, quando então foi representou-se pela custódia provisória dos investigados, que se tratam de integrantes da Polícia Militar do Ceará, Horlândio Dantas Moreira que
estava lotado na companhia independente de Campos Sales; Valedri Ricarte Júnior,
lotado no CIOPAER que segundo as investigações, ganhava uma gratificação gorda pra estar no mundo do crime; e Wellington Freire Júnior,  apelidado de “Júnior Quebra Osso” conhecido no mundo do crime há bastante tempo, o que foi deferido pelo Poder Judiciário da Comarca de Crato-CE.

Nesta manhã, após solicitação ao Comando de Polícia do Interior, os Militares foram apresentados na Delegacia Regional de Crato-CE, onde foram cumpridos os mandados de prisão preventiva, estando os custodiados à disposição da justiça. As investigações sobre os fatos continuam, haja vista a provável existência de outras pessoas na ação criminosa.

Fonte: Agência CaririCeará

Cá pra nós: Lamentável, não representam, caso condenados, a tropa composta em sua maioria esmagadora de profissionais que defendem a sociedade cearense com coragem e lisura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.