Menu fechado

Lula mente ao dizer que voto de Fachin reconheceu que não cometeu crimes.

“Esse dia chegou com o voto do Fachin, que reconheceu que nunca teve crime cometido por mim. De reconhecer que nunca teve envolvimento meu com a Petrobras. E que todas as amarguras que eu passei, todo o sofrimento, acabou. Eu estou muito tranquilo. O processo vai continuar… Tudo bem, eu já fui absolvido em todos os processos fora de Curitiba”, Lula em discurso ontem quarta-feira (10) mentindo para o povo brasileiro.

Diferentemente do que foi falado pelo ex-presidente, a decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin não reconheceu que Lula nunca cometeu crime, mas sim que a 13ª Vara Federal de Curitiba não tinha competência para julgar o caso já que, segundo avaliação do ministro, os crimes investigados não teriam relação com a Petrobras e não deveriam ser apurados pela força-tarefa da Lava Jato.

O ministro Fachin disse que o processo não é de Curitiba, então o ex-presidente não teria nada a ver com corrupção da Petrobras. Mas Fachin não afirmou isso expressamente. O que o ministro disse foi que os processos não são de Curitiba porque não envolvem a Petrobras, por isso ele mandou para Brasília”.

Além disso, o petista não foi absolvido em todos os processos “fora de Curitiba”. Lula ainda é réu em outras seis ações penais, que tiveram origem em outras operações.

Fonte: R7

Cá pra nós: Ao mentir para o povo, Lula encarna a sede pelo poder a qualquer custo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.