Menu fechado

STF gasta 1.2 milhões em sala vip para seus ministros

O STF nos últimos 3 anos e 8 meses gastou cerca de de R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais) em uma sala VIP no aeroporto de Brasília.

A medida visa proteger ministros de impropérios e até agressões físicas.

O que chama atenção é a transformação que a sala passou. Antes uma sala para pobres mortais. Agora um conforto só.

No espaço de 50 metros três cômodos, com sofás, tela para exibição de filmes, geladeira com bebidas a vontade e ainda um escritório para os ministros.

“Enquanto os ministros aguardam o embarque em salas vips, bebendo vinho, o cidadão comum que paga a sala VIP da corte, espera em saguão, em pé, aglomerado com os outros passageiros, todos com medo do covid. Os ministros não sabem como vivem os brasileiros comuns, os súbitos. A corte come brioches”, disse Gil Castelo Branco, fundador da ONG Contas Abertas.

Com informações da Crusoé.

Cá pra nós: para eles mordomias do cargo, para nós a conta. Ah, “salinha” com entrada para simples mortais. Só!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.