Menu fechado

Babá muda versão e diz que mãe de Henry pediu que mentisse à polícia

Após mais de 7 horas de depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca), zona oeste do Rio, a babá do menino Henry Borel, Thayná de Oliveira Ferreira, disse que sabia das agressões sofridas pelo garoto de 4 anos. Ela disse que foi orientada por Monique Medeiros a mentir em sua primeira versão.

Thayná é investigada por falso testemunho, já que declarou anteriormente não ter percebido qualquer fato estranho durante o tempo que cuidou de Henry, o que foi desmentido com a divulgação das mensagens trocadas pela babá e a mãe do menino, Monique Medeiros, onde a cuidadora afirma que o padastro da criança, o vereador Dr. Jairinho (Sem Partido), agrediu a criança no dia 12 de fevereiro.

CÁ PRA NÓS: Assim como o casal Nardoni, Jairo e Monique passaram para a história dos crimes cruéis no país. Agora o que toda sociedade aguarda é o pulso forte da justiça.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.