Menu fechado

Ministério Público quer esclarecimentos da prefeitura de Fortaleza de vacinas remanescentes

Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por intermédio da 138ª Promotoria de Justiça de Fortaleza, oficiou, nesta sexta-feira (16/04), a Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (SMS) solicitando informações sobre o procedimento adotado para utilização do remanescente diário de vacinas de Covid-19. A SMS tem prazo de 10 dias para enviar manifestação ao MPCE.

No ofício, o Ministério Público pediu também que a Prefeitura de Fortaleza esclareça o controle das vacinas que sobram em cada um dos pontos de vacinação da Capital. A Prefeitura deve enviar, ainda, em lista pormenorizada, dos 10 últimos dias, as pessoas que receberam as vacinas remanescentes de Covid-19, nos polos de imunização.

Segundo a promotora de Justiça Ana Cláudia Uchoa, respondendo pela 138ª Promotoria de Justiça de Fortaleza, a solicitação do MPCE tem como intuito continuar acompanhando a vacinação na Capital, a fim de que o Município de Fortaleza seja transparente com o processo de imunização contra a Covid-19, inclusive, informando à população o que é feito com as vacinas que sobram.

Confira o ofício e o despacho do MPCE.

Fonte: Ascom/PMCE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.