Menu fechado

Clube Militar eleva o tom e emite contundente nota

Clube Militar publicou uma nota ontem, quarta-feira (28), com “reflexões” sobre “O Poder das Trevas no Brasil”. No texto criticaram a instalação da  CPI do covid. “Temos os “Marcolas e Fernandinhos beira mar” investigando”. “O resultado dessa “investigação” todos já sabemos: culpar o Presidente por aquilo que não o deixaram fazer”, diz o documento.

Veja a íntegra da nota do Clube Militar:

O Poder das Trevas no Brasil

“O Brasil é a Pátria do evangelho! Natural, portanto, que o poder das trevas queira destruir nossa Nação”.

Evidente que, embora muitos acreditem literalmente nesta citação, ela abre esse nosso pensamento tão somente para sintetizar o momento que atravessa nosso País, afinal, como muitos dizem, bastou a eleição de um Presidente que acredita em Deus para que todo o inferno se levantasse contra ele.

Os acontecimentos protagonizados nos últimos dois anos pelo STF e pelo Congresso Nacional bem demonstram essas afirmações. O Estado Democrático de Direito, que pressupõe respeito às Leis vigentes, particularmente à Constituição Federal, só serve para aulas em cursos universitários porque, na prática, não é respeitado pelo Legislativo e Judiciário.

Normas processuais sofrem mudanças de interpretação para atender a réus poderosos. Se não conseguem inocentar o bandido de estimação, basta encontrar subterfúgios para anular processos, a ponto de um Ministro do STF afirmar que o combate à corrupção é prejudicial ao país pois causa prejuízos maiores que a própria corrupção. Esquece esse Senhor, que com sua capa preta bem lembra as trevas que representa, que o prejuízo não contabilizado nesse seu nefasto voto diz respeito à investidores que retiram seus recursos de países onde impera a corrupção.

Esse mesmo Tribunal, que ignora a Constituição, conferiu poderes para governadores e prefeitos usarem a pandemia para desviarem dinheiro público e não tratar adequadamente a população, agora culpando o Presidente que eles impediram de coordenar as ações.

E como “as trevas” têm poder devastador, no dia 27 de abril de 2021, instalou-se uma CPI no Senado Federal, encabeçada por um senador cuja família foi presa recentemente por acusações de esquema de corrupção no Amazonas, composta por aliados dos governantes corruptos e tendo como relator um dos campeões em denúncias de corrupção, cujos processos acumulam mofo e traças nas gavetas dos “foros privilegiados”. O resultado dessa “investigação” todos já sabemos: culpar o Presidente por aquilo que não o deixaram fazer. Ou por não usar as máscaras utilizadas por alguns para se esconder da população. Utilizando uma expressão usada nas mídias sociais, temos os “Marcolas e Fernandinhos beira mar” investigando a atuação da polícia no combate ao tráfico de drogas.

Um certo ex-presidente, condenado por corrupção, mas que está em campanha, representando “as trevas”, acostumado a mentir mundo afora, declarou que nossa Suprema Corte é acovardada. Claro que é mais uma de suas mentiras. Os integrantes têm muita coragem pois criaram sua própria constituição federal e se auto elegeram presidentes da república. Acovardados, por conveniência de terem seus processos engavetados, são nossos Senadores que não iniciam processos contra aqueles Ministros que cometem crimes de responsabilidade, como escrito na Constituição oficial vigente.

Acovardados são os nossos congressistas, que também por interesse próprio, não aprovam prisão em primeira ou segunda instância, como ocorre no mundo inteiro.

Acovardada é a população que aceita o cerceamento de suas liberdades pétreas passivamente.

Acovardada é a extrema mídia que, para ajudar o “poder das trevas”, tenta destruir a reputação de um presidente democraticamente eleito disseminando notícias distorcidas e as vezes falsas.

Acovardados são os que defendem a liberdade de expressão desde que o dito seja favorável à ideologia destrutiva que pregam.

Acovardados são os que usam suas canetas de luxo para tentar calar os apoiadores da verdadeira democracia, que lutam pelos seus direitos listados no artigo 5º da Constituição oficial vigente, garantia inquestionável de um país genuinamente democrático.

Acovardados são aqueles que, não satisfeitos com a facada, querem sangrar o Presidente eleito até a morte.

Portanto, se neste cenário atual, o Poder Executivo, único dos três poderes que está sendo obrigado a seguir a constituição a risca, que utilize o Art 142 da Constituição Federal (vigente) para restabelecer a Lei e a Ordem. Que as algemas voltem a ser utilizadas, mas não nos trabalhadores que querem ganhar o sustento dos seus lares, e sim nos verdadeiros criminosos que estão a serviço do “Poder das Trevas.”

“Brasil acima de tudo”.

17 Comentários

  1. Vania maia

    É Urgente que façamos mobilizações por todo o nosso país! Não podemos nos acovardar e deixar que o mal nos domine! Juntos somos mais fortes e temos um dever a cumprir perante a nação e pondo Deus em primeiro lugar, sairemos vencedores.

  2. Marly

    REALMENTE! UMA VERGONHA, UMA TRISTEZA SEM IGUAL E LAMENTAVÉL DE VERMOS TUDO ISSO PASSIVAMENTE, FALTA ATÉ PALAVRAS SÓ NOS RESTA PEDIR Á DEUS MISERICÓRDIA! QUE LEVANTE NESTE PAÍS, HOMENS, CIDADÕES DE CORAGEM, POIS TÁ DIFÍCIL! DEUS ACIMA DE TODOS!

  3. Antônio Pascasio Círico

    Sou mais Dr. Cid Carvalho, quando diz que não vê nada de errado o Renan Calheiros ser relator. Porque existem denúncias contra ele e processos…. mas não têm condenações. E o desespero é grande que apelam por algo i constitucional de querer firmar Renan da relatoria.
    Concordo que não é momento para CPI, mas que precisa ser investigado o presidente Bolsonaro precisa!
    Estados e municípios tem as assembleias legislativas para investigar governadores, câmaras municipais para investigar os prefeitos, e temos ainda o TCU, e Ministério público para investigar os mesmos.
    Senado investigar preceitos e governadores, isto sim é ilegal!
    Quero um Brasil justo e transparente…
    Votei em Girão pata tirar Eunicio Oliveira e me arrependi.

    • José Maria

      Meu amigo, investigar o Presidente Bolsonaro de que crime? O STF retirou dele a autoridade para decidir sobre todas medidas sanitárias na pandemia. E assim foi feito. Foi negociado e aprovado no Congresso Nacional o envio de verbas federais para governadores e prefeitos enfrentarem a pandemia. E assim foi feito. Até continuam desviando essas verbas até hoje. Ficou com o Governo Federal desenvolver um Plano Emergencial para apoiar as pessoas que ficaram sem renda e para evitar o fechamento de empresas e consequentemente empegos. E assim foi feto com maestria. O plano do governo federal salvou 40 milhões de pessoas da fome com dinheiro direto e mais 28 milhões com a manutençao dos empregos. Comprou todas as vacinas disponíveis, se aprovadas pela ANVISA. Atualmene tem comprado até vacia antes de aprovada.O programa serviu de modelo para outras nações. Você queria mais o que do Presidente cidadão? O governo tem 28 meses de gestão sem escândalo de corrupção. Não víamos isto há 40 anos meu amigo. Esta CPI é um circo esquerdopata.

    • Djalma Cruz de Oliveira

      Estou pronto para o chamado!
      Há que se por fim nesse caos promovido pelas Câmaras Legislativas dos três níveis conhecidos e nesse malfadado STF.
      Por essa turma toda pra fora desta terra é medida no mínimo saneadora!
      Mas, nada de trazer de volta como acontecido nos anos 80.

  4. Marcos Martins Soares

    Há uma premente necessidade de estancar essas interferências entre os Poderes da República. O Poder Executivo tem que dirigir os destinos da Nação.
    Os demais apenas têm que se curvar aos mandamentos constitucionais, após os devidos acertos legais e concordância dos Poderes Legislativo e Judiciário, no sentido de que as ações de interesse do povo, na preservação do estado democrático, de proteção e bem estar do cidadão.
    Cabem aos três Poderes zelar pelo cumprimento e distribuição dos benefícios ã coletividade brasileira, exclusivamente.

    • Antônio Pascasio Círico

      Tenho 65 anos… vivi na época do regime militar.
      Na minha região no interior de SC, saude: Tinha direito a internamento somente particular, convênios ou carteira de trabalho registrada.
      Educação: Só no primário que era gratuito, colégios da prefeitura. No Ginásio, segundo grau e ensino superior era tudo particular, e nada ganhava dos órgãos públicos.
      Era uma cortina de ferro que nada era investigado. Caso algum jornalista ou radialista denunciasse, era preso e torturado.
      Concordo que a segurança era Boa.
      Nunca apanhei de Polícia, nunca fui preso e nunca usei arma… Sou totalmente contra armar a população. Tem sim que combater o crime, mas não armando a população.
      Nunca fui filiado a nenhum partido político.
      Sempre votei na pessoa pelo seu caráter e comportamento.

  5. Paulo bessa

    Ex PRESIDENTE João Figueiredo falou ainda vao sentir falta dos militares tem q botar pra dizer do STF eu já tinha fechado este congresso é uma vergonha

  6. Francis M. Gusmão

    Que façamos a nossa parte indo às ruas no dia 1° de maio para demonstrar nossa insatisfação com o Legislativo e o Judiciário e o nosso apoio ao nosso Presidente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.