Menu fechado

Juiz não enxergou “quadrilhão” do MDB nem do PT

O juiz da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, Marcus Vinícius Reis Bastos, absolveu o ex-presidente Michel Temer, seus ex-ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha, além dos ex-deputados Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha, Henrique Alves e Rodrigo Rocha Loures da acusação do “quadrilhão do MDB”. 

A acusação havia sido feita pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot após a delação premiada do empresário Joesley Batista, em 2017. Segundo Janot, o então PMDB, hoje MDB, teria loteado cargos na administração pública com o objetivo de arrecadar recursos ilícitos. 

O juiz Marcus Vinicius Reis Bastos é o mesmo que absolveu em dezembro de 2019 os petistas Lula, Dilma Rousseff, Antonio Palocci, Guido Mantega e Edinho Silva do “quadrilhão do PT”. Na sentença envolvendo os expoentes do MDB, o magistrado diz que houve “abuso do direito de acusar” e que a acusação contribui para criminalizar a política — o argumento é idêntico ao que ele tinha utilizado para livrar os petistas do delito de organização criminosa.

Fonte: Crusoé

1 Comentário

  1. Almir Rodrigues de Araujo

    Nosso país está entregue em grande parte a homens sem escrúpulo, corruptos safados que estão levando o país ao cáos e quem é pra botar moral fica vendo essa sacanagem e não toma uma providência. Será que não viram que a população está ao lado do bem e do respeito cívico e institucional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.