Menu fechado

Cunha queria Gilmar

Falhou a tentativa da defesa de Eduardo Cunha de colocar nas mãos de Gilmar Mendes um recurso que busca a anulação da sentença na qual a 13ª Vara Federal de Curitiba condenou o emedebista a 15 anos e 11 meses de prisão pelo recebimento de 5 milhões de dólares em contratos de construção de navios-sonda da Petrobras. 

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, decidiu, na última quinta-feira, 6, que o processo, distribuído automaticamente para o relator da Lava Jato, Edson Fachin, deve mesmo ser analisado pelo ministro.

Fonte: Crusoé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.