Menu fechado

Presidente da Anvisa é taxativo: Não existe pressão de Bolsonaro

Durante o depoimento do presidente da Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA), ocorrido ontem (11) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do covid, Almirante e médico Barras Torres, houve por parte dele resposta direta que nunca houve pressão do presidente Bolsonaro para modificar qualquer procedimento da Agência.

Desde os primeiros depoimentos que senadores da oposição buscam indícios de intervenção de Bolsonaro no Ministério da Saúde e agora na ANVISA através de ordens diretas em alguma norma que na visão desses parlamentares seria contrária a ciência.

Parte da imprensa levantava o questionamento que a ANVISA poderia ser um “puxadinho” do Planalto.

1 Comentário

  1. Maria Dulce de Lima

    Essa palhaçada de CPI é apenas mais um desvio de dinheiro pela mesma turminha de sempre. A abstinência na corrupção é quase a mesma do usuário de drogas sem o uso da mesma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.