Menu fechado

Fotógrafo é morto por traficante ao pedir diminuição de som

O fotógrafo Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, foi assassinado na porta de casa, na manhã deste sábado (15), na comunidade do Santo Cristo, no Fonseca, em Niterói (RJ), após pedir que traficantes diminuíssem o barulho. A região foi palco de uma guerra entre traficantes rivais, no início desta manhã.

De acordo com a apuração da Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), responsável pelo caso, a vítima estava em casa com a família e, por volta da 6h, saiu para pedir que traficantes diminuíssem um pouco o barulho, pois a filha não estava conseguindo dormir.Em seguida, Thiago foi baleado e caiu no quintal de casa. Ele chegou a ser socorrido por familiares, mas não resistiu aos ferimentos.

CÁ PRA NÓS: A violência impulsionada pela impunidade. Os exemplos que refletem em toda a sociedade vem de cima, não das ruas. É uma degeneração geral.

1 Comentário

  1. Edson Dornelles

    Sim, vem de cima, com o dinheiro da segurança e educação enviado para países socialistas, desaparelhando a nossa polícia e beneficiando as facções.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.