Menu fechado

Delação Cabral: 5 X 2 para anular

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), também votou nesta quarta-feira, 26, para anular a decisão do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, que homologou a colaboração premiada do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, com a Polícia Federal. O placar está em 5 a 2 para tornar o acordo sem efeito .

CA PRA NÓS: Já era!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.