Menu fechado

STF a dois votos de formar maioria contra delação de Cabral

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, votou para anular a homologação do acordo de colaboração premiada firmado entre o ex-governador do Rio Sergio Cabral e a Polícia Federal.

O placar, agora, está em 4 a 2 pela derrubada da delação . Ou seja, faltam apenas dois votos para formar maioria contra o acordo de colaboração premiada de Cabral.

Os ministros têm até sexta-feira, 28, para finalizar o julgamento virtual. A corte avalia um recurso da Procuradoria-Geral da República que contesta a validade do acordo.

O agravo foi incluído na pauta do plenário dias após a PF apresentar ao Supremo um pedido de investigação sobre Dias Toffoli, com base na delação de Cabral. 

Ao avaliar o caso, Alexandre de Moraes afirmou que, no recurso, a PGR reúne indícios “robustos” de que o ex-governador do Rio feriu os princípios de boa-fé, porque mentiu e omitiu fatos. Além disso, diz o ministro, o órgão indicou que Cabral insistiu na prática criminosa.

Fonte: Crusoé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.