Menu fechado

Garoto é apreendido quando vendia coxinha na lanchonete do pai em Mucambo

Um garoto de 16 anos foi apreendido por policiais militares e guardas municipais na cidade de Mucambo quando estava com a porta aberta da lanchonete, após vender uma coxinha.

O fato ocorreu no último dia 24, segunda-feira, e revoltou a comunidade, pois tratava-se ainda de comércio pequeno.

O garoto foi encaminhado à delegacia de Pacujá, onde foi lavrado um termo circunstanciado de ocorrência contra o menor.

CÁ PRA NÓS: Falta Bom senso e não falta polícia. Mucambo possui a distância de condução de 341 km de Fortaleza.

4 Comentários

  1. Klerck

    Sem comentários para esse “delito”!

    Já que esta ocorrência gera este procedimento, que seja mais incisivo, aprofundado outros delitos cabíveis.

    Deveriam ao invés de
    Oferecer bolsa família para um indivíduo ficar em casa, ofereça um bolsa família para um indivíduo prestar um trabalho nas adjacências ou em unidades públicas.
    Óbvio que para isso, viabilizando estrutura de creches/ escolas para os filhos diurnamente é um meio de locomoção para os destinados fins, quer seja do adulto para o fazer, como à criança para aprender.

    Aproveitem e façam isso com a ressocialização do preso, encaminhe após a soltura para uma empresa prestar serviços. Por que dificilmente, num percetual baixíssimo uma irá contratar tal.

    Aproveite e
    Fazeis obras não se para enaltecer, mas para simplesmente querer melhorar os caminhos e meios, não maquiar o fim.

  2. Fatima maria pinto Lima

    Por essas que tem ladrão de tudo um adolecente vendendo coxinha numa Crise dessa e aprender e levar lavrar ocorrencias de um ato de cidadão isso e absurdo por que eu NÃO estudei meu Deus hoje uma autoridade seria eu o que tanto desejei ACORDA BRASIL TRABALHAR E DIGNIDADE E CIDADANIA E MERITO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.