Menu fechado

O feitiço virou contra o feiticeiro. Mais uma construção de narrativa rola esgoto abaixo

depoimento da médica Nise Yamaguchi na CPI da Covid nesta terça-feira (1º) está entre os assuntos mais comentados do Twitter. Entre os momentos citados pelos internautas, os questionamentos feitos pelo senador Otto Alencar (PSD), que também é médico, e as respostas de Nise chamam a atenção. O parlamentar, além de cometer erros médicos, usa palavras ásperas e não deixa a médica terminar de responder às perguntas.

Uma das perguntas feitas pelo senador foi se a médica sabia qual era a diferença entre protozoário e um vírus. Como resposta, a médica disse que “protozoários são organismos celulares, e os vírus são organismos que têm um conteúdo de DNA ou RNA”, uma definição simples, mas correta. Mas o senador não aceitou a resposta, dizendo que a médica não era infectologista e por isso não sabia o que estava dizendo.

Mais adiante, o senador pergunta o nome do grupo a que pertence o coronavírus. A médica responde coronaviridaeo que é correto. Mas Otto Alencar insistiu em dizer que a médica “não sabe nada de infectologia. Nem estudou doutora”. Em outro momento, o senador pergunta qual é o exame que prova se um paciente tem imunidade da doença; a médica responde certo, mas o senador a interrompe e diz: “A senhora não respondeu! O teste é o de anticorpos neutralizantes”. (Veja vídeo )

O comportamento dos senadores com a médica, com interrupções e falta de respeito, foi motivo de uma nota de repúdio à CPI da Covid, escrita por médicos. No texto, os médicos afirmam que os senadores, por motivos partidários e eleitoreiros, “desonram o Poder Legislativo e afrontam a classe médica”.

Nise Yamagushi é médica Oncologista e Imunologista, doutora em Pneumologia, desenvolvido no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em conjunto com o MD Anderson Cancer Center -Texas, USA. Dirigiu a Sociedade Brasileira de Cancerologia, Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SP), a Sociedade Brasileira de Psico-Oncologia, a Sociedade Brasileira de Cuidados Paliativos e a Sociedade Brasileira de Apoio ao Paciente com Câncer.

Fonte: Gazeta do Povo

CÁ PRA NÓS: A imprensa que usou as perguntas de Otto para desacreditar a Dra. Nise Yamaguchi, se tiverem um mínimo de respeito aos seus telespectadores deveriam trazer a verdade real a tona. Isso você não ver na globo!

9 Comentários

  1. Ilya Maria de Alencar Salgado

    Os eleitores do senador (letra minúscula mesmo) Oto, sem o sobrenome pq indigno de usar o mesmo de José de Alencar, estão de pêsames.

  2. Mario Luiz Vieira

    O Senado Federal está deixando de ser uma casa de respeito devido a péssima atuação de alguns dos seus membros nessa CPI, antes a população não acompanhava o que eles faziam, agora fica clara e evidente a incompetência sendo escancarada para o mundo, uma vergonha para o Brasil.

  3. Calmito José Fagundes

    Como Médico e baiano , só tenho que , muito à lamentar , e pedir desculpa ao povo brasileiro , pela conduta inapropriada , extremamente deselegante , e porque não dizer desrespeitosa desse senador , para com uma colega portadora de um INVEJÁVEL CURRÍCULO

  4. OLGA MARIA DE FREITAS

    Absurdo, imoral, arrogante, esta CPI é um horror em falta de educação e compostura. este indivíduos deveriam ser banidos da politica.

  5. Anônimo

    Esse senadorzinho de meia tigela, estúpido,deselegante,mau caráter, miserável, passou de todos os limites da ignorância.É um inergumeno…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.