Menu fechado

Otto: show de falta de educação, machismo e prepotência

O senador e médico Otto Alencar na sessão de hoje, 1°, ao inquirir a médica e doutora em pneumologia, oncologia e imunologia conseguiu superar tudo o que já tínhamos presenciado em matéria de machismo, arrogância e falta de educação.

Otto foi para desqualificar e humilhar a médica Yamaguchi. Chegou ao absurdo impensável de indagar se ela sabia a diferença entre um protozoário e um vírus, ou seja, se uma Doutora sabia ler e escrever.

Não usou seu tempo precioso pago pelo contribuinte para trazer contribuibuições.fez um monólogo ao meu ver deplorável, agressivo, de baixíssimo nível para um representante do Senado Federal.

Nas poucas perguntas simplórias que fez dignas de estudante de medicina para rebaixar a depoente, ainda praticamente obrigava a médica a responder com um “responda o que lhe perguntei!.

Pois é, Dra. o dita senador e “colega” médico, não estava realmente a sua altura. Digna, respeitosa, convicta do que falava, com um currículo invejável, foi vítima de alguns políticos que ali estão não para buscar a verdade real dos fatos, mas para chegar ao fim pretendido que todos já sabem qual é, e neste caminho não se incomodam de macular profissionais e humilhar seres humanos.

Parabéns Dra. pela atitude de não cumprimentar seus algozes ao final daquilo que o Brasil presenciou. Tudo tem limite. Se na terra dos homens os justos são perseguidos, no alto o julgamento atingirá os ímpios.

César Wagner Maia Martins – Ex-superintendente da Polícia Civil do Ceará, ex-diretor do Centro de Operações Policiais, consultor, palestrante e radialista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.