Menu fechado

CPI recua na quebra de sigilo de Carlos Bolsonaro e Fábio Wajngarten

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19 recuou no pedido de quebra de sigilo do vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro. Fala-se em convocar o vereador desde que ele foi citado pelo ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta em oitiva na CPI.

Até o momento, no entanto, não houve consenso no G7, grupo de sete senadores de oposição ou independentes ao governo que são titulares na comissão. O grupo é maioria, enquanto a base governista tem quatro senadores titulares. Houve recuo também em relação a Fábio Wajngarten.

Fonte: Correio Brasiliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.