Menu fechado

PF nas ruas em Alagoas, Rio e Espírito Santo

Polícia Federal deflagrou hoje, quinta-feira, 17, pela manhã, a Operação Sufocamento, que busca desmantelar grupo criminoso que fraudou contratações durante a pandemia em Alagoas, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Mais de 80 policiais federais e auditores da CGU cumprem simultaneamente 19 mandados de busca e apreensão nos municípios de Maceió/AL (3), Girau do Ponciano/AL (5), Arapiraca/AL (3), Campo Grande/AL (1), Rio de Janeiro/RJ (4), Belford Roxo/RJ (1) e Alegre/ES (2).

Segundo a PF, “a investigação comprovou que o grupo criminoso simulou dois processos de dispensa de licitação para o fornecimento de uma central de gases e respiradores mecânicos para tratamento de pacientes com Covid no Hospital de Campanha de Girau do Ponciano/AL, nos quais foram contratadas duas empresas sediadas no Rio de Janeiro/RJ”.

Uma das empresas atuaria, na verdade, no comércio de blocos de concreto.

Os contratos em análise somam R$ 600 mil e os desvios, até o momento, somariam R$ 250 mil. Um agente público, que integrou o esquema, teria embolsado R$ 264 mil.

“Além dos direcionamentos das licitações para tais empresas, houve desvio de recursos públicos também com a utilização de interpostas pessoas tanto para a execução dos desvios, como para a posterior ocultação das origens dos valores. Os policiais apuraram que uma dessas empresas seria de propriedade da esposa de um dos agentes públicos com direta e efetiva participação nas contratações e pagamentos sob investigação.”

O município de Girau do Ponciano/AL recebeu no ano de 2020 o valor de R$ 9.508.040,52 do Governo Federal para ações de enfrentamento ao novo coronavírus.

Fonte: O Antagonista

1 Comentário

  1. Francisco de sales Silva

    Aqui no Ceará, ainda não foi ninguém preso,prefeitos, governador, ex governador, ex prefeito secretário etc. Será que realmente são mais poderosos QUE as forças policiais que estão com medo de serem recebidos á bala conforme proclamou em alto e bom som uma certa autoridade cearense das bandas de sobral?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.