Menu fechado

Agronegócio vai receber R$ 251,2 bilhões do governo federal

O governo federal anunciou nesta terça-feira, 22, o Plano Safra 2021/2022 com R$ 251,2 bilhões para o agronegócio nacional. O valor é 6,3% maior do que o liberado na edição anterior, somando R$ 14,9 bilhões ao montante.

A ação foi anunciada em cerimônia no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e membros do governo. Os financiamentos poderão ser contratados de 1º de julho de 2021 a 30 de junho de 2022. Do total, R$ 177,78 bilhões serão destinados ao custeio e comercialização e R$ 73,4 bilhões serão para investimentos.

Os recursos destinados a investimentos tiveram aumento de 29%. O Programa para Redução de Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura (Programa ABC) é a principal linha para financiamento de técnicas sustentáveis e teve uma ampliação de 101% em relação ao Plano Safra anterior. A linha terá R$ 5,05 bilhões disponíveis com taxa de juros de 5,5% e 7% ao ano, carência de até oito anos e prazo máximo de pagamento de 12 anos.

O valor para os pequenos produtores rurais foi elevado em 19% e soma R$ 39,34 bilhões para financiamento pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com juros de 3% e 4,5%. Deste montante, R$ 21,74 bilhões são para custeio e comercialização e R$ 17,6 bilhões para investimentos.

Para o médio produtor, no âmbito do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), foram disponibilizados R$ 34 bilhões, um aumento de 3% em relação à safra passada. São R$ 29,18 bilhões para custeio e comercialização e R$ 4,88 bilhões para investimento, com juros de até 6,5% ao ano.

CÁ PRA NÓS: Acelera Brasil!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.