Menu fechado

Hospital em Natal aposta em equipe multiprofissional e tratamento precoce, com resultados fantásticos

Trabalhando incansavelmente desde a abertura no dia 25 de março, a equipe multiprofissional do Hospital Natal Sul, instalado pela Prefeitura de Natal e voltado exclusivamente para atender pacientes com Covid-19, comemora a marca de 200 pessoas que venceram a doença e receberam alta hospitalar.

A paciente de número 200 a receber alta no Hospital Natal Sul foi Joseane Silva Pereira, de 50 anos. “Ela chegou com mialgia, dispneia, tosse seca, vômito, diarréia e fizemos um tratamento com protocolo de medicamentos aliado ao catéter nasal. É uma senhora com pressão alta, diabetes, obesa e que já teve trombose no membro inferior direito, que esteve conosco do dia 21 ao dia 27 e hoje sai vitoriosa. Estamos muito felizes aqui”, afirma o diretor médico do Hospital Natal Sul, Edney Agra.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, comemora a marca desta unidade que trata pacientes com covid e parabeniza os profissionais da saúde. “São 200 pacientes internados naquela unidade hospitalar que receberam alta e sem nenhum óbito. Uma grande vitória para todos os profissionais da saúde que merecem os parabéns, todos aqueles que atuam e trabalham naquela instituição”, afirma o prefeito. 

Segundo o diretor técnico da unidade de saúde, Raiff Villarim, o sucesso na recuperação dos pacientes se deve ao empenho da equipe multiprofissional que está na linha de frente de combate à doença, levando assistência segura aos internados, como também ao tratamento em tempo hábil. “Esta paciente começou a sentir os sintomas em casa dia 11 e só chegou ao hospital dia 21. Ela já chegou bem debilitada. Pedimos a população que não espere agravar a doença para poder ir ao hospital. O tratamento precoce é fundamental para tratar em tempo hábil e recuperar o mais rápido possível o paciente. Vir assim que sentir os sintomas e pronar o paciente [manobra hospitalar colocando a pessoa de barriga para baixo]  fazem toda a diferença em sua evolução”, afirma. 

Com esse trabalho, os 200 pacientes curados passam a integrar a lista das mais de 12.500 pessoas recuperadas da Covid-19 no RN. O diretor Edney Agra reforça ainda a preocupação de que as solicitações por leito tenham diminuído nos últimos meses não só pelo aumento da vacinação como também pelos pacientes que não estão indo para o hospital logo no início da doença. “Pedimos à população que se dirija ao hospital até o 7º dia da doença. Aqui no hospital temos uma farmácia estruturada. Tratar precocemente a doença significa prevenir para não piorar”, garante.

Fonte: Portal Grande Ponto, em 29/06/2021

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.