Menu fechado

Urgente: Pacheco aguarda parecer para decidir nulidade ou não de prisão de Dias

O presidente do Senado Rodrigo Pacheco, por solicitação de alguns senadores está analisando com apoio da assessoria jurídica a prisão por falso testemunho determinada por Omar Aziz em desfavor de Roberto Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, no caso que envolve a compra da vacina Covaxin.

Conforme foi levantado na sessão de hoje, quarta-feira, 07, antes da voz de prisão, pelo senador Marcos Rogério, a sessão deveria ter sido interrompido tão logo iniciou a sessão do plenário no Senado, pois as duas não poderia ocorrer simultaneamente.

A sessão da CPI continuou mesmo com o alerta, o que ocasionaria a nulidade de qualquer ato a partir do instante que a sessão no Senado foi instalada.

CÁ PRA NÓS: Informes dão conta que Alcolumbre articula buscando a nulidade da prisão.

1 Comentário

  1. José Vanderley

    Esse Rodrigo Pacheco é um frouxo!… Um pau-mandado do STF e um capacho dos caciques dos Partidos corruptos!… Uma VERGONHA!…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.