Menu fechado

Bolsonaro diz que na próxima semana vai provar que em 2014 Aécio foi o vitorioso

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta terça-feira (20) que agendará para a semana que vem uma apresentação na qual demonstrará que as urnas eletrônicas não são seguras.

Segundo o chefe do executivo federal, as eleições de 2014 foram fraudadas e provará, em evento no Palácio do Planalto, que o então candidato Aécio Neves (PSDB-MG) ganhou as eleições de 2014 – no pleito daquele ano, a petista Dilma Rousseff saiu vencedora.

“Um hacker ‘do bem’ mostrou aqui e vou provar que [o pleito de] 2014 foi fraudado. Temos uma fotografia minuto a minuto dos votos em Aécio e Dilma até o final [da votação] e só Dilma aparecia na frente. [O evento] vai ser lá na Presidência e vou convidar a imprensa. Vamos desmontar a tese do [presidente do Tribunal Superior Eleitoral e ministro Supremo Tribunal Federal Luís Roberto] Barroso de que urnas não podem ser fraudadas”, afirmou Bolsonaro em entrevista à Rádio Itatiaia.

O presidente usou de analogia dizendo que, ao se jogar uma moeda para cima 241 vezes, é “impossível que ela caia somente de um lado todas as vezes”.

Depois da apresentação, Bolsonaro informou que vai encaminhar suas conclusões à Corregedoria do TSE. Porém, segundo ele, independentemente da análise do tribunal, “o que vale é a opiniao publica, que não vai aceitar as eleições sem ser auditada e ter contagem pública”. “Hoje, meia dúzia contam a eleição. […] Nós sim jogamos sim dentro das quatro linhas da eleição.”

Fonte: R7

CÁ PRA NÓS: Agora a porca torce o rabo. Bolsonaro só se equivoca em antecipar fatos que diz ter.

11 Comentários

  1. Nilza Parra

    Só não entendo o porque de tanta dificuldade, a própria urma eletrônica pode imprimir o voto e termos uma recontagem , assim temos mais uma forma de assegurar não ter fraude

  2. Rosa Rolim

    Estou com Bolsonaro incondicionalmente.O ex-presidiário NUNCA terá meu voto.
    Brasil nas mãos dos Petistas JAMAIS!!!!
    Bolsonaro 2022!

    • Maria José de Moraes

      É uma lástima para NÓS BRASILEIROS, que deveríamos contar com o APOIO TOTAL DO PRESIDENTE DO STE NA MUDANÇA DO ANTIGO SISTEMA PARA O VOTO AUDITÁVEL, MAS O MINISTRO CRIA UM ARGUMENTO QUE NÃO JUSTIFICA, SE POSICIONA CONTRA TUDO E CONTRA TODOS… SER CONTRA A LISURA ?
      POR QUE TANTO EMPENHO EM PERMANECER NESTE SISTEMA ANTIGO OBSOLETO E FRÁGIL ?
      NA HORA DA APURAÇÃO, SEMPRE TEM UMA PARADINHA …POR QUÊ?
      MINISTRO BARROSO A MODERNIDADE FAZ PARTE DO PROGRESSO… PENSE NISTO!…

  3. Jaime Veloz

    E quem garante a integridade dos dados centralizados na base de dados do core central. Existe auditoria do lado onde ficam os DBA?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.