Menu fechado

Anvisa recebe pedido de uso emergencial da vacina Sinopharm

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu nesta segunda-feira, 26, pedido de uso emergencial da vacina Sinopharm. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já aprovou o uso do imunizante, porém, ainda não foi testado no Brasil, apenas em países como Argentina, Peru, Emirados Árabes, Egito e China.

A vacina da Sinopharm é produzida a partir de um vírus inativado. O imunizante é aplicado em duas doses, com um intervalo de três a quatro semanas entre elas. O produto é recomendado para pessoas acima de 18 anos de idade. A Anvisa já aprovou o uso de seis vacinas contra a covid: Coronavac, Astrazeneca, Pfizer, Covaxin, Sputinik e Janssen.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.