Menu fechado

Ministério Público com apoio da Polícia Civil avança na Operação Banquete

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Grupo Especial de Combate à Corrupção (Gecoc), deflagrou nesta terça-feira (27/07) a 5ª fase da “Operação Banquete” para apurar suposta corrupção em contratos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município de Eusébio. O esquema investigado inclui lavagem de dinheiro e associação criminosa. Com o auxílio da Polícia Civil, estão sendo cumpridos dois mandados de prisão temporária, um de prisão preventiva e oito de busca e apreensão, nas cidades de Eusébio, Aquiraz, Fortaleza, Horizonte e Pindoretama.

O MPCE investiga aparente associação criminosa em que empresários teriam mantido pagamento regular de propina a gestores e terceiros, para manutenção de contratos com a UPA. Empresas ligadas aos investigados receberam mais de R$ 9,4 milhões por contratos com o Município. A operação apreendeu, ainda, eletrônicos e documentos.

Fonte: Ascom/MP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.