Menu fechado

Ciro sofre nova condenação e indenizará empresário por ofensas morais

O eterno presidenciável Ciro Gomes começa a colher sentenças desfavoráveis na Justiça por agressões verbais contra opositores. Após perder para o ex-senador Eunício e o ex-governador Lúcio Alcântara, desta feita, derrota para o empresário Gaudencio Lucena.

Ciro foi condenado a pagar R$ 10.000,00 mais juros e correções, por comentários ofensivos que foram divulgados na sua rede social no facebook.

Naquela ocasião, Ciro Ferreira Gomes afirmou que “este cidadão”, no caso o autor da ação, faz parte da quadrilha que vai faturar um bilhão de reais assaltando a Petrobrás. Na visão do magistrado ele excedeu e muito o exercício do direito de informar e da livre manifestação do pensamento, pois contém expressões que evidenciam o propósito de difamar e injuriar o adversário político, atribuindo-lhe a conduta de criminoso e membro de quadrilha, ofendendo, destarte, a honra e imagem do autor, configurando o dano moral.

SENTENÇA no Processo nº 0146168-04.2015.8.06.0001, CONDENANDO O RÉU CIRO FERREIRA GOMES A PAGAR INDENIZAÇÃO AO SR. GAUDÊNCIO GONÇALVES DE LUCENA.

CÁ PRA NÓS: O empresário vai encaminhar o dinheiro para o combate às drogas.

5 Comentários

  1. Antônio Pascasio Círico

    Ciri foi: Governador, Prefeito, Deputado Federal, Ministro que foi um dos idealizadores do plano Real e deu início a transposição do Rio São Francisco. Muito inteligente!
    Os processos dele, são todos por calúnias, este é o grande defeito dele.
    Paga um preço por isto. Dificilmente será um dia presidente.

    Minha opinião como Brasileiro preocupado com o futuro desta linda nação… gostaria que aparecesse uma boa terceira via para 2022.
    Que Deus ilumine esta nação amenizando o sofrimento dos miseráveis necessitados!
    *DEUS ACIMA DE TODOS*!

  2. João Horácio Fonteles

    Esse cidadão peca por suas bravatas mentirosas e caluniadores, nunca, chegará ao Planalto por suas bravatas mentirosas e intolerância.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.