Menu fechado

Urgente: TSE solicita inclusão da fala de Bolsonaro sobre urnas em Inquérito das fakenews

Em sessão virtual de abertura do TSE, agora pouco, foi aprovado por unanimidade a solicitação de investigação contra o presidente Bolsonaro no inquérito presidido pelo Ministro Alexandre de Moraes, das fakenews, através de uma “notícia criminis”.

As falas do presidente que serão investigados, apensadas, são aquelas concernentes as urnas eletrônicas.

Já no âmbito do TSE será aberto um Inquérito administrativo onde será apurado possível abuso de poder e antecipação de campanha eleitoral.

redação smp.news

Notícia criminis

CÁ PRA NÓS: O TSE elevou o tom e foi contundente contra o presidente Bolsonaro.

4 Comentários

  1. Marlene da Silva

    Quem prática Fake News é STF propagando mentiras contra ao presidente Bolsonaro, quem atacar o presidente Bolsonaro, atacar o povo brasileiro do bem, um dia terão resposta!!!

  2. Silvana

    O STF está mostrando o que o povo brasileiro já sabe , que não aceita um candidato como o nosso presidente Bolsonaro um ser humano adorável com caráter, honesto e que está dando continuidade ao trabalho dos outros presidentes da vergonha brasileira,da corrupção,da roubalheira,do terrorismo, da ditadura, dá canalhada a começar por eles seus representantes da vergonha brasileira. Mas não vamos cruzar os braços, estamos juntos com nosso presidente Bolsonaro o melhor presidente de todos os tempos do Brasil 🇧🇷 e sem voto impresso auditavel não haverá eles e nosso presidente não vai se abaixar para esse Luís Roberto Barroso e seus ministros Presidente Bolsonaro será reeleito no primeiro turno em 2022 porque quem fala e manda é o povo brasileiro… Agora o povo brasileiro acordou… Nosso presidente Bolsonaro não vai responder nada . Se houver pressão será resolvido com os militares nas ruas e ninguém vai fechar a boca dos eleitores fiéis do nosso mito presidente Bolsonaro

  3. Antonio Beti

    As urnas eletrônicas auditaveis é um direito de todos os cidadãos brasileiros, não há por que alguém se oponha . Queremos nossos desejos realizados. Trabalhamos a vida inteira pagando impostos,na maior carga tributária do mundo, temos o direito da transparência. Portanto não serão onze ministros, que vão mudar a decisão do povo brasileiro. Queremos o voto impresso auditavel doa a quem doer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.