Menu fechado

Senador do PT acusa Tenente-Coronel de participar de esquema para lesar cofres públicos

O Senador Rogério Carvalho (PT-SE) acusou o Tenente-Coronel Marcelo Blanco da Costa, da reserva do Exército Brasileiro, na sessão da CPI da covid, nesta quarta, 4, de fazer parte de esquema grotesco para lesar os cofres públicos, no caso da negociação da vacina astrazeneca, juntamente com Dominguetti, Roberto Dias e outros.

Carvalho foi além, indicou que o Coronel estava utilizando links e conhecimentos que adquiriu quando servidor (cargo comissionado) do Ministério da Saúde para o fim pretendido pelo grupo.

O militar participou de jantar em restaurante de Brasília onde teria sido feita a proposta de pagamento de propina de US$ 1 por dose de cada uma das 400 milhões de doses da vacina astrazeneca que o Ministério da Saúde compraria.  

Blanco, negou ter presenciado qualquer pedido de propina.

Ao final, o senador pediu desculpas a tribo de indios Tabajara do Ceará, ao denominar de “tabajara” a negociata.

redação smp.news

3 Comentários

    • Tereza Betania

      Eu acho muito duvidoso um Petista acusando qualquer pessoa que seja pois, que eu saiba, quem lesou os cofres públicos foram os Petistas!

  1. Alfredo Santa Rita

    Meu Deus, como essa esquerda é noventa, como é tão mal caráter. O animal transvestido de Senador, usa a palavra Tabajara como uma gíria, que significa pessoa totalmente sem noção, fala muita besteira e é totalmente estabanada, depois pede desculpas a uma tribo indígena, extinta, q habitava o litoral de Pernambuco ao Ceará, q nenhum semelhança tem. Ou o Brasil faz uma reforma politica profunda, ou os atuais políticos vão destruir o Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.