O encontro foi indigesto para militares de alta patente, que alfinetaram o comandante da Aeronáutica, tenente-Brigadeiro do ar, Carlos Almeida Baptista, em grupos de WhatsApp.

Eles recuperaram uma frase do magistrado do ano passado, segundo a qual o Exército estaria se associando a um genocídio na pandemia.

Integrantes das Forças não pouparam criticas e classificaram o ministro como “persona non grata” pelos militares e disseram que o almoço foi um “erro”.‌

Com informações da Coluna de Bela Megale no Globo.

4 COMMENTS

  1. Barroso e os outros 10 que usurparam a nossa Suprema Corte merecem pagar pelos seus crimes de forma exemplar! inimigos do Brasil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here