Menu fechado

Comissão rejeitou emenda do voto impresso, mas decisão será no plenário da Câmara dos Deputados

A Comissão Especial que trará da implementação rejeitou a Proposta de Emenda a Constituição (PEC) por 23 X 11.

A reviravolta ocorreu após partidos que apoiavam mudaram de posição e trocaram seus membros na Comissão.

Houve ainda forte lobby por parte de alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Existe a possibilidade regimental e já exposta do presidente Arthur Lira (PP) de levar ao plenário da Câmara.

4 Comentários

  1. Gualberto Silveira

    Acho que se não apoiarem o presidente, o veto à matérias de interesse dos parlamentares será inevitável e medição de forças será uma realidade.

  2. Fátima Maria de Castro

    Os parlamentares nessa rejeição a PEC ESTÃO MORTOS POLITICAMENTE E O POVO NAO ACEITARAM CALADO. A GUERRA CIVIL NA CERTA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.