Menu fechado

Cai preventiva contra jornalista Oswaldo Eustáquio

O jornalista Oswaldo Eustáquio, teve revogada a prisão preventiva que o deixava na condição de foragido.

A notícia veio através de uma publicação no Twitter de sua esposa, Sandra Terena, também jornalista. Dessa forma, Eustáquio não teria nenhum impedimento de ordem legal para retornar ao Brasil, já que encontra-se no exterior.

Eustáquio já havia sido colocado em prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica em novembro do ano passado. À época, a Polícia Federal também cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do blogueiro, onde foram encontrados computadores, tablets, celulares e outros dispositivos eletrônicos.

A prisão domiciliar foi convertida em preventiva um mês depois, em 18 de dezembro, a pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República). Na ocasião, Moraes tomou a decisão pela mudança sob o argumento de que Eustáquio tinha “descumprido as restrições impostas pelo magistrado ao determinar sua soltura no meio deste ano”.

Antes disso, em junho, Eustáquio foi preso temporariamente por dez dias, após ser alvo da Operação Lume, também da PF, que investiga os organizadores de atos antidemocráticos. O blogueiro bolsonarista também e é um dos principais suspeitos no inquérito que apura a disseminação de fake news sobre membros do STF.

CÁ PRA NÓS: Recentemente o jornalista havia entrado com uma denúncia contra o ministro Alexandre de Moraes, na Corte Interamericana de Direitos Humanos. Agora, o Twitter da esposa de Eustáquio vale por mil palavras.

Com informações complementares Uol

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.