Menu fechado

A sombra da Al Quaeda

Os Estados Unidos e seus aliados começaram a bombardear o Afeganistão em outubro de 2001 para derrotar o grupo terrorista Al Qaeda, autor dos atentados contra as Torres Gêmeas de 11 de setembro. Vinte anos depois, a mesma Al Qaeda continua sendo vista pelo Pentágono como uma ameaça e tem mostrado influência junto ao Talibã, que tomou o poder no país no dia 15 de agosto.

Caso a Al Qaeda consiga operar em um território amplo e com impunidade, assim como fez no primeiro governo do Talibã, entre 1996 e 2001, especialistas não têm dúvidas de que o grupo passará a planejar ataques no exterior, reiniciando o ciclo de terror. 

Essa influência pode ser vista na composição do novo governo interino, anunciado pelo Talibã durante esta semana. Os terroristas da Al Qaeda emplacaram um importante aliado no primeiro escalão, Sirajuddin Haqqani, que assumiu o Ministério do Interior, responsável por cuidar da polícia e da segurança interna.

Crusoé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.