Menu fechado

Operação Closing do Gaeco/MP: leia lista de investigados

O pré-candidato a deputado estadual, Lúcio Menezes, é o principal alvo da operação do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) realizada na manhã de ontem, quinta-feira, 23. 

O alvo da operação já é bastante conhecido pelo MP/CE, que em 2018 deflagrou outra operação contra o mesmo para apurar fraudes em licitações, lavagem de dinheiro e organização criminosa na gestão do ex prefeito de Limoeiro, Paulo Duarte, o que culminou em uma denúncia criminal que tramita sob o nº 0104378-98.2019.8.06.0001.

Além disso, Lúcio Menezes já foi preso pela Polícia Federal em 2011 por fraudes em licitações com verbas públicas.

Pré candidato a deputado estadual, Lúcio tem como berço político a cidade de Pacajus, sendo primo de Téo Menezes, ex deputado estadual e sobrinho de Teodorico Menezes, ambos conhecidos pelo escândalo dos banheiros. Além de Lúcio Menezes, a operação foi deflagrada contra:

  • – Fábio Lima Furtado
  • – Felipe Nunes Furtado
  • – Fábio Silva Dantas
  • – Coopservice – Cooperativa de Trabalho em Serviços Complementares
  • – Coopervida – Cooperativa de Trabalho e Assistência à Saúde
  • – Nikolas Carvalho de Oliveira
  • – SDX Comercio de Combustiveis (Posto Estruturante)
  • – JK Comercio de Combustíveis e Derivados
  • – FD Empreendimentos Eireli

 A “Operação Closing” cumpriu 23 mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas. As ordens judiciais foram cumpridas em Fortaleza, Caucaia e Maracanaú. 

Blog do Roberto Moreira

CÁ PRA NÓS: Quem terá sido os “influentes” que foram ao Ministério Público pedir o encerramento das investigações, sem responsabilizações?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.