Menu fechado

Presidente do Conselho Federal de Medicina emite nota mantendo suas convicções e desmascarando viés da CPI

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Luiz de Britto Ribeiro, emitiu Nota após tomar conhecimento da sua inclusão no rol dos investigados, anunciada pelo relator Renan Calheiros, sem sequer ter sido ouvido, mesmo se colocando a disposição do comando da CPI da Covid.

CÁ PRA NÓS: Em ato final antes do relatório, Renan coloca um médico probo e competente, presidente de um Conselho Federal como investigado, sem sequer lhe fornecer o direito mais sagrado em uma democracia, de ser ouvido. O senador teve uma atitude que diminuiu mais ainda esse arremedo de investigação , se é que isso é possível.

Leia a Nota:

2 Comentários

  1. Nelson Nakatu

    Pior de tudo politizaram a saúde, o q vemos hoje são políticos e jornazista q dão o veredicto, a classe médica fica em segundo plano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.