Menu fechado

Renan indica Presidente do Conselho Federal de Medicina como investigado, sem ouvi-lo

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, Renan Calheiros, indicou o presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Luiz de Britto Ribeiro, como incluso no rol dos investigados.

O mais estranho é mesmo com requerimento para sua presença visando sua inquirição a respeito da sua defesa da autonomia médica e do uso off label de medicamentos no combate ao covid-19, até agora, com o anúncio do último depoimento para amanhã, o médico não foi convocado para apresentar suas convicções e justificar atitudes.

CÁ PRA NÓS: O comando da CPI nunca manifestou interesse em convocar o presidente do CFM. Profissional respeitado e competente, com certeza, os senadores não levariam nenhuma vantagem. Ah, a verdade? Quem quer saber?

2 Comentários

  1. ERISVALDO MOURA CAVALCANTI

    Segundo o Presidente Mauro Luiz de Britto Ribeiro, lamentavelmente, no Brasil, há uma politização criminosa em relação à pandemia entre apoiadores e críticos do Presidente da República. Assuntos irrelevantes relacionados à covid-19 dominam o noticiário, com discussões estéreis entre pessoas sem formação acadêmico-científica na área de saúde, inclusive os senadores palhaços (grifo meu), dando opiniões como especialistas, porém com cunho político e ideológico.
    KARNIÇAS 🔥🔥🔥🔥🔥

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.