Menu fechado

PSOL não quer exercício entre militares do Brasil e dos EUA e ingressa com ação no STF

Em comunicado divulgado ontem, sexta, 15, o PSOL com o argumento que o exercício em conjunto entre as Forças Armadas do Brasil e dos EUA , programado para 28 de novembro a 18 de dezembro na região do Vale do Paraíba, entre Resende (RJ) e Lorena (SP), onde fica a Academia Militar das Agulhas Negras, “representa uma ameaça ao Brasil e a América Latina, além de configurar crime de responsabilidade”, ingressou no Supremo Tribunal Federal (STF) com um mandado de segurança para impedir o evento.

Na última quinta-feira, Jair Bolsonaro autorizou a entrada de cerca de 240 militares norte-americanos no Brasil.

CÁ PRA NÓS: Não seria melhor o PSOL propor alternativas para melhorar a vida do brasileiros e bradar contra o desvio de milhões durante a pandemia?. Imagine a esquerda no poder, vai trazer o exército da China para nosso território.

4 Comentários

  1. Anônimo

    PSOL deveria ser p’luto pois só causam desgraças para nisso país.
    Se eles gostam tanto do socialismo/ comunismo que se mudem para cuba, venezuela, argentina ou china.
    Aí verão com quantos pais se faz uma canoa.
    Cambada de salafrários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.