Menu fechado

Urgente: Senador Girão ingressa com requerimento ao comando da CPI para afastamento de Gabas

Agora pouco, durante sessão da CPI da Covid que ouve o assessor técnico do Conasems – Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde, Elton Chaves, o senador Eduardo Girão (Podemos-Ce) ao narrar a completa omissão e descaso do comando da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) concernente as apurações que envolvem verbas verbais direcionadas aos Estados e Municípios, que trouxeram a tona por investigações da Polícia Federal (PF), CGU (Controladoria-Geral da União) e Ministério Público Federal (MPF), vários escândalos, requereu o afastamento de Carlos Gabas, executivo do Consórcio Nordeste e ex-ministro dos governos Lula e Dilma.

Segundo o parlamentar, baseado em documentos da CPI no Rio Grande do Norte (RN), compartilhado, o apontado tem indícios de envolvimento com o desvio de R$ 48 milhões na compra de 300 respiradores pelo Consórcio do Nordeste, que nunca chegaram, nem ocorreu devolução dos valores.

Girão disse que seu requerimento aprovado para a presença de Gabas na Comissão foi ignorado, e que este foi blindado pelo Comando das investigações.

CÁ PRA NÓS: O que fizeram dentro do G7 escancaradamente blindando pessoas envolvidas com escândalos , desvio de dinheiro público para o combate à pandemia, é algo tangível, as transmissões ficam para a história e o povo julgar.

2 Comentários

  1. Antônio Pascasio Círico

    RGN serviu de exemplo para os Estados que tem indícios de corrupção.
    Não era atribuição do senado investigar Governadores e prefeitos.
    Temos assembleias legislativas, câmaras municipais, ministérios públicos e Polícia Federal para investigar, verbas federais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.