Menu fechado

Câmara rejeita PEC da Vingança

De maneira surpreendente, a Câmara acaba de rejeitar a PEC da Vingança, que ameaça a autonomia e a independência do Ministério Público, aumentando a interferência política no Conselho Nacional do MP (CNMP).

O relatório do deputado Paulo Magalhães (PSD-BA) recebeu 297 votos favoráveis e 182 votos contrários. Eram necessários, no mínimo, 308 votos para aprovar a proposta.

Lira poderia, então, ter colocado em votação o texto original da PEC, mas, decepcionado acabou cancelando a sessão. As negociações em torno do tema terão de recomeçar.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.