Menu fechado

Empresa administradora do Mercado dos Peixes quer elevar tarifa de manutenção de R$100 para R$1.500

Se não bastasse o cenário de alta de preços e desemprego embalado por uma pandemia, a Parkfort, empresa que ganhou a concessão da Prefeitura Municipal de Fortaleza, para administrar o Mercado dos Peixes está negociando com os permissionarios um aumento de 1.400 % na taxa de manutenção.

Os argumentos para tal exorbitante aumento seria regularizar a ocupação dos boxes já que, segundo o advogado da empresa, Eugênio Vasques, a última permissão emitida pela Prefeitura teve o prazo expirado em agosto passado.

Vasquez defende que a proposta da Parkfor traz mais segurança aos permissionários do que o modelo contratual que era adotado entre eles o Município. “Eles terão um contrato de dois anos com preferência de renovação, ao fim do prazo. Algo que não tinham antes. Também terá o critério de hereditariedade, para dar preferência a pessoas da mesma família em caso de desocupação do box. Outra coisa é que, nem mesmo a empresa vai poder retirar os permissionários dos seus locais. Somente com autorização da prefeitura”, afirma.

Já os permissionários rejeitam a proposta. “A situação mais delicada é a dos peixeiros, que têm lucros muito pequenos. Eles vão ter uma grande dificuldade se isso for concretizado. A nossa luta agora vai ser no sentido de fazer a empresa rever essa proposta e iniciar uma negociação que seja boa para ambas as partes”, revelou João Henrique Antero, advogado da categoria, em entrevista ao O POVO.

CÁ PRA NÓS: Mais uma pegadinha da gestão RC?. Que o bom senso prevaleça!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.