Menu fechado

Marcos Rogério desmonta a “farsa” da CPI da Covid

O senador Marcos Rogério em pronunciamento nesta tarde de terça-feira, 26, última sessão da CPI da Covid, discorrendo do fundamento de seu voto contrário ao do relator Renan Calheiros, desmascarou a politicagem que permeiou o transcorrer das investigações.

O parlamentar indicou claramente a parcialidade do G7, grupo majoritário de oposição ao governo federal, ao sugerir indiciamento do presidente Bolsonaro e outros por comprar e distribuír cloroquina, mas “esqueceu” governadores que fizeram a mesma coisa, como em Alagoas (governador filho do relator), Pará e São Paulo, dentre outros. Doria chegou inclusive, segundo Marcos Rogério, a reivindicar a distribuição da droga. Ressalte-se que o parlamentar não criticou, pois, todos estavam tentando salvar vidas.

Outro ponto destacado, foi o comando da Comissão desprezar um dos objetos para sua criação, a investigação de Estados e Municípios com suspeitas de desvio de dinheiro público, enviado pelo governo Bolsonaro para o combate à pandemia.

CÁ PRA NÓS: Alguém acreditou na imparcialidade dessa CPI?. Se o kit covid matou pessoas, qual elemento mágico tinha os distribuídos por governadores e prefeitos?

Lins pesquisados pelo smp.news:

https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2020/05/21/governo-do-pa-distribui-carga-de-cloroquina-para-interior-do-estado.ghtml

https://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/2020/04/15/governo-de-alagoas-publica-portaria-que-libera-o-uso-de-hidroxicloroquina-e-cloroquina-no-tratamento-da-covid-19.ghtml

https://youtu.be/pvTkjb_5QOg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.