Menu fechado

Alexandre de Moraes vai julgar mandado de segurança impetrado pela AGU contra CPI

O mandado de segurança impetrado pela Advogacia-Geral da União (AGU), nesta quarta-feira, 27, onde é pleiteado ao Supremo Tribunal Federal (STF) a não concessão de solicitações do comando da CPI que antes do seu término, no dia de ontem, aprovou requerimentos para a quebra de sigilo telemático e a suspensão ou afastamento definitivo do presidente Bolsonaro das redes sociais, foi distribuído para o ministro Alexandre de Moraes.

Moraes, antes da decisão, como exige comando legal, vai submeter o MS ao Procuradoria-Geral da República, Augusto Aras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.