Menu fechado

China vai reprimir ‘estilos afeminados’ na TV

A agência reguladora de rádio e TV na China afirmou que vai banir a estética “afeminada” em programas de entretenimento, alegando que “influências vulgares” devem ser evitadas no país.

Trata-se de mais uma iniciativa em fechar o cerco ao que a Agência Nacional de Rádio e TV (NRTA) descreve como “conteúdo insalubre” na programação chinesa.

A entidade, que tem status de ministério, declarou que critérios de conduta moral e política devem ser incluídos na seleção de pessoas a figurarem em programas, e alguns programas de competição de talentos foram vetados.

Além disso, as autoridades midiáticas locais prometeram promover o que definiram como imagens mais masculinas de homens, criticando celebridades masculinas que usam muita maquiagem.

Em contrapartida, programas que promovam uma cultura tradicional, revolucionária ou “de socialismo avançado”, ou que estimulem uma atmosfera patriótica, serão estimulados.

g1

CÁ PRA NÓS: Esquerda brasileira concorda?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.