Menu fechado

Decisão de cassação de deputado acende sinal amarelo em parlamentares

Nos últimos dias, Arthur Lira (PP-AL), conversou com o relator do projeto, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), e afirmou que o relator está finalizando o texto para ser apresentado à Câmara.

Lira quer votar o texto em novembro. A ideia dos deputados é ter novas regras a tempo de valerem para as eleições de 2022. O projeto veio do Senado.

Esse assunto precisa ser regulamentado. Não pode ser subjetivo o que é fake news, o que não é. Vamos tentar votar agora em novembro”, disse Lira ao blog da Sadi.

CÁ PRA NÓS: A cassação recente do deputado Fernando Francischini, o mais votado da história do Paraná, em 2018, por divulgar fakenews com relação ao processo de votação, alertou parlamentares para fatos que ficam ao critério de quem julga sem uma descrição objetiva da conduta. A perda de mandato do deputado e a inelegibilidade por 8 anos foi absurda, desproprocional. A justiça é realizada com senso de equilíbrio e distância de fatos ou ilações extraprocesso. É o mínimo que se pode esperar do poder judiciário.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.