Menu fechado

Cúpula do Congresso quer fazer decreto para ignorar a decisão do Supremo

  • Parlamentares não vão aceitar que liberação das emendas fique paralisada

A colunista Josette Goulart em Veja, traz a notícia que a cúpula do Congresso Nacional está se preparando para afrontar a decisão do Supremo Tribunal Federal, que por 8 votos a 2 suspendeu a execução do Orçamento do secreto e determinou transparência ao que já foi executado.

Segundo fontes, segue Josette, muito próximas ao presidente da Câmara Arthur Lira, ele já está tendo conversas com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, para fazer um projeto de decreto legislativo permitindo a execução do Orçamento das emendas, mas dando transparência antes de o dinheiro ser enviado. Seria uma forma de ignorar a decisão do Supremo, mas ao mesmo tempo dizer que o legislativo não está fazendo nada de errado. Pacheco e Lira estão em Portugal para prestigiar evento jurídico do ministro supremo Gilmar Mendes. Quem sabe pegam umas dicas de como fazer juridicamente o tal decreto por lá ou até são convencidos a mudar de ideia. 

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.