Menu fechado

Zona rural está a mercê de bandidos

A violência em suas mais variadas formas eclodiu nas zonas rurais do Ceará. Enquanto, as casas legislativas, que são compostas quase sempre por maioria situacionista, fogem do tema, e tacham a oposição de “politiqueira”, minimizando, pelo menos publicamente, a grave situação da insegurança pública, os bandidos, organizados ou não, fazem a festa.

As ocorrências que de longo tempo são denunciadas no município de Pentecoste, ganharam mais uma vítima, ou seja, mais um número.

No último domingo, criminosos invadiram a residência do idoso conhecido por Zidório, que fica na localidade conhecido como feijão. Não satisfeitos de roubarem a televisão e o dinheiro que o cidadão tinha na carteira, os marginais o agrediram violentamente com golpes na cabeça, para em seguida empreenderam fuga.

CÁ PRA NÓS: Agindo livremente esses marginais fazem crimes em série, roubando a família interiorana e tirando a vida de muitos inocentes, completamente desprotegidos, em um Estado que não possui um único órgão da polícia investigativa (civil) especializada em toda a área metropolitana e interior para combater o crime organizado, retirando a sobrecarga das delegacias municipais e regionais que agiriam com muito mais eficiência no enfrentamento de outros delitos, como o caso em tela, estupros, pedofilia, etc. (Foto da capa ilustrativa)

Com informações e foto da Folha de Pentecoste.

3 Comentários

  1. SHEYLA DE AZEVEDO MACHADO.

    IEsses crimes são antigos ,na época que tive uma loja lá várias pessoas amigas clientes que moravam na zona rural já estavam vendendo seus sítios e fazendas pequenas pois não estavam aguentando a violência roubos a toda hora.Muitas das famílias venderam suas propriedades com medo da morte.Minha família por parte de mãe e de lá. Lamentavelmente até agora nenhum governo fez um levantamento da violência no meio rural e criaram alguma estratégia de diminuir a criminalidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.