Menu fechado

Urgente: Policial e família são expulsos de casa por facção

Na madrugada desta quinta-feira, 18, um policial penal lotado na Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), foi expulso juntamente com sua esposa e três filhos de sua residência, situada segundo últimas informações, em Barreira, distante cerca 80 km de Fortaleza.

O policial e família solicitaram apoio aos colegas do Hospital Otávio Lobo, pertencente a SAP, onde foram acolhidos e encaminhados para outro local.

Conforme fonte do smp.news, as autoridades da Secretaria estão tomando providências para resolver mais um caso que envolve policiais.

CÁ PRA NÓS: A ousadia do crime chegou a este nível. Imagine o cidadão comum. O silêncio das autoridades da segurança pública é inadmissível. A sociedade está órfão, senhores? O smp.news se reserva o direito de não publicar o nome do policial. * foto da matéria ilustrativa.

10 Comentários

  1. marlene marques

    Isso é o cúmulo do absurdo. Sr governador tome providência pra sanar essa prática. Se coloque no lugar desse policial. Ter que bater em retirada do seu ambiente considerado por mtos de seguro. Como pode isso? Está mto além da conta.

  2. Nogueira

    Eu sinto muito, mais aqui está assim, pagamos impostos duas vezes, pagamos para o governo que não faz nada, e para as facões para não nos matar, pois tudo que consumimos ficar mais caro para chegar até nós.

  3. Adriano Araujo

    Acho que está mais do que na hora do poder público mostrar quem manda, expulsando essas facções do Estado e reestabelecendo esse servidor e a população em geral a tranquilidade merecida.

  4. Marcelo gois

    Já perdi a conta de quantos policiais já foram expulsos de suas casas isso demonstra o quão os bandidos dominam as comunidades .Se fazem isso com um policial imagine o que não fazem com os moradores locais .O Estado está entregue a bandidagem tudo dominado Chorosinho , Indepedendencia, Barreira ….O líder do Governo, deputado Evandro Leitão (PDT), disse que não defende a instalação da CPI, por temer pela segurança sua e a da família. “É muito fácil estar se cobrando nesta Casa a CPI do narcotráfico. Eu botar minha assinatura, não boto, não. Eu tenho três filhos para criar, eu tenho um neto, eu não ando com segurança 24 horas do meu lado. Querer jogar a população contra essa Casa não é justo, se quer fazer uma CPI, quem desejar pôr seu nome nessa comissão, que assim o faça”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.