Menu fechado

Weber autoriza pagamento das emendas do “orçamento secreto”

A ministra Rosa Weber, do STF (Supremo Tribunal Federal), autorizou hoje a retomada do pagamento das emendas do chamado orçamento secreto, que estavam suspensas há um mês por decisão do tribunal. Weber tomou a decisão após o Congresso se comprometer, na última sexta, a adotar medidas para dar transparência aos repasses.

Além de liberar os pagamentos, Weber ampliou de 30 para 90 dias o prazo para que sejam publicadas as informações sobre as chamadas emendas de relator. O instrumento ficou conhecido como “orçamento secreto” por destinar fatias do orçamento a despesas que não identificam o parlamentar autor do pedido.

uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.