Menu fechado

PCCS – Sindsaúde convoca servidores da saúde para novo protesto no Palácio do Governo

Com as incertezas sobre o destino da minuta do PCCS, elaborada de forma coletiva com a participação de entidades sindicais e Governo, Sindsaúde chama servidores para aumentar a pressão nesse final de ano.

Sindsaúde Ceará está convocando os servidores da saúde do Estado para mais um ato de protesto para cobrar o Governo do Estado que seja encaminhada à Assembleia Legislativa a mensagem que trata sobre o PCCS da categoria.  Vai ser nesta terça-feira, 21/12, às 9h da manhã, com concentração no Habibs da Barão de Studart, esquina com Avenida Abolição. De lá, os servidores e entidades devem seguir até o Palácio do Governo.

Em live na última semana, o governador Camilo Santana deixou dúvidas sobre o conteúdo desta mensagem que deve ser enviada para a AL. As entidades sindicais representativas da saúde do Estado querem que seja votada a proposta construída coletivamente com a participação do Governo e entidades. Em reunião na última sexta-feira, com a participação do Sindsaúde, Senece, Sasec, Sindiodonto e Sindicato dos Médicos, representante da gestão da saúde do Estado falou de uma proposta que estaria sendo discutida reduzindo o projeto do PCCS a revisão de tabela, o que não atende à demanda da categoria.

A avaliação preliminar do Sindsaúde Ceará foi de que, mesmo com as informações repassadas pela representante da gestão, a luta tem que continuar. “Transformaram a minuta do Projeto de reestruturação do PCCS em revisão de tabela” – comentou a presidente do Sindsaúde, Marta Brandão. “”Vamos continuar cobrando a votação do Projeto de Lei ainda neste ano, de acordo com o que a categoria aprovou na minuta construída coletivamente com o Governo e as entidades” – afirmou. “O servidor da saúde não vai aceitar, depois de tanto empenho, morrer na praia”- concluiu.

Sindsaúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.