Menu fechado

PT e PSB seguem sem acordo de Federação

Em reunião nesta quinta-feira, 20, que encerrou agora pouco, Gleisi Hoffman, presidente do PT, esteve reunida pela segunda vez em menos de um mês com o presidente do PSB Carlos Siqueira.

O impasse gira em torno da formação da federação, incluindo quatro partidos – PSB, PSD, PV e PT – e também a unidade sobre os nomes que devem apoiar para os governos dos estado. Existe polêmica em cinco. Em São Paulo, a disputa pelo apoio de uma possível federação está entre Haddad (PT) e Márcio França (PSB)

Gleisi disse em entrevista que “foi uma boa reunião, não foi uma reunião de definições, mas foi uma reunião onde nós reafirmamos o propósito de tentarmos construir a federação, é um instituto novo, e nós vamos precisar nos dedicar”. Então, “já tiramos uma agenda, na próxima quarta. Nós vamos ter reunião entre os quatro partidos pra discutir as questões institucionais da federação e também uma agenda política pra conversar com os estados sobre a formatação das alianças da federação nos estados”.

A federação é um instituto recém-nascido que une partidos por 4 anos, enquanto a coligação é para uma determinada eleição. Após, cada um decide seu rumo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.