Um homem que ficou preso por quase 20 anos, sentenciado por homicídio, foi solto na última terça-feira (25), em Chicago (EUA), após conseguir provar que o irmão gêmeo foi o responsável pelo crime. As informações são do portal UOL. 

Kevin Dugar foi detido em 2003 e condenado após uma troca de tiros entre gangues rivais que resultou na morte de um dos envolvidos. No entanto, em 2016, o irmão gêmeo, Karl Smith, confessou ter puxado o gatilho que matou um dos desafetos. 

O juiz que cuidava do caso não acreditou no depoimento prestado por Smith e alegou que a declaração não era crível, visto que ele estava preso desde 2008, condenado a 99 anos em razão de uma invasão de domicílio que acabou com uma criança baleada na cabeça. Para o juiz, Karl não tinha mais nada a perder e, portanto, poderia inventar o que quisesse. 

Por meio de uma organização chamada Centro de Condenações Injustas, que recorreu e conseguiu uma revisão com outro juiz, Dugar conseguiu a liberdade. O advogado Ron Safer, responsável pela defesa, argumenta que não há necessidade de um novo julgamento e acredita que a Procuradoria do Condado de Cook concordará com isso após revisar as evidências. “Ele é um homem livre esta noite, com muito atraso, depois de longos 20 anos”, afirmou Safer, em entrevista ao canal ABC 7.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here