Menu fechado

General Heleno avalia que Moraes jogou fora das linhas e que Bolsonaro não deveria ter recorrido

Heleno considera que Jair Bolsonaro não deveria ter recorrido a Alexandre de Moraes para não depor à Polícia Federal

Conforme matéria do colunista Guilherme Amado, em Metrópoles, Augusto Heleno reprovou a forma como Jair Bolsonaro agiu nos últimos dias, recorrendo a Alexandre de Moraes para não ir depor à Polícia Federal. O depoimento seria no âmbito do inquérito que investiga o presidente por ter vazado, em agosto de 2021, um documento supostamente sigiloso, sobre a investigação da PF que apura um ataque hacker ao TSE.

Heleno considera que, mais uma vez, Alexandre de Moraes “jogou fora das quatro linhas” ao intimar o presidente. Todo este inquérito, em sua avaliação, é descabido, uma vez que, como defende a Advocacia-Geral da União, o documento já não estava mais sigiloso quando foi divulgado por Bolsonaro. Recorrer judicialmente foi, portanto, legitimar algo que não teria legitimidade.

*Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República

smp.news “SOMENTE A VERDADE INTERESSA” – Compartilhe, fortaleça a mídia independente.

4 Comentários

  1. Jorge Macêdo

    A quantas anda o Judiciário, constituído por alguns de seus membros que sabe-se lá como transpuseram a fase do exame psicotécnico.

  2. Edison Arnold

    Também tenho repúdio dessas intimações sobre nosso Presidente Bolsonaro. Um absurdo dos Absurdos, 80% dos brasileiros estão do lado do Presidente da República. Ninguém aquenta mais essas situações que o Ministro vem fazendo, tudo fora de controle misericórdia,

  3. José Gerardo Alves

    Estão fazendo de tudo para a esquerdalhas voltarem, ISSO É UMA VERGONHA! Não estão nem aí para a CONSTITUIÇÃO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.