Menu fechado

Wellington Macedo, jornalista cearense, comemora aniversário segregado da sociedade há mais de 150 dias

Neste sabado, 5, comemora 47 anos o jornalista cearense Wellington Macedo, preso desde o dia 3 de setembro de 2021.

Macedo encontra-se atualmente em prisão domiciliar com uso de tornozeleira por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que o colocou inicialmente em uma cela, isolado. O principal motivo da prisão do jornalista, segundo a defesa, foi a repercussão da reportagem que Macedo gravou com o cantor Sérgio Reis em 12 de agosto e publicada no dia seguinte, pouco depois da prisão do ex-deputado Roberto Jefferson (outro, segregado até hoje), no denominado inquérito dos “atos antidemocráticos” de 7 de setembro.

Wellington é casado, tem filhos e com destemor desenvolve um trabalho voltado aos direitos humanos da criança e do adolescente, e foi preso fazendo o que gosta e sabe.

CÁ PRA NÓS: falar do “inquérito do fim do mundo” que já não é um, são vários, é repetir o que toda imprensa independente ecoa: rasgaram o princípio do juiz natural, da competência do STF, enfim, do devido processo legal. A velha imprensa tradicional silencia, esquecendo que a injustiça contra um, é a injustiça contra todos. Parabéns jornalista!

5 Comentários

  1. Fernando Varela

    Brasil não tem democracia. Tirania dos privilegiados do sistema.
    O homem brasileiro, quanto mais conhecedor e intelectual, mais risco corre de perder a sua pouca liberdade.

  2. William

    Incrível como uma prisão por crime de opinião que nem sequer existe ainda se sustenta, Deus vai fazer a verdadeira Justiça e logo Wellington estará livre…

  3. Joaquim Filho

    Infelizmente o país estava na de corruptos, agora não temos um governo de direita q q indireita o país🇧🇷

  4. edson peixoto maia

    Ifelizmente nos temos um Ministro advogado chamando Alexandre de moraes revebeu esse cargo por indicacao nem foi votado nem por merito que manda mais do que o Presidente que foi eleito pelo povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.